O que Colocar no Currículo

O que Colocar no Currículo

Descubra o que colocar no currículo para se destacar e sair na frente dos demais candidatos e conquistar uma excelente vaga de emprego.

O mercado de trabalho está a cada dia mais concorrido. Se você pretende conquistar um bom emprego, deve ter cuidado com a qualidade do seu currículo. 

Ele é fundamental no contato com a empresa e qualquer deslize poderá eliminá-lo do processo seletivo. 

Sabemos que um recrutador tem dezenas de currículos para avaliar no preenchimento de uma vaga. 

Por isso, você deve ser objetivo e mencionar somente aquelas informações que são capazes de impactar qualquer profissional. 

Resolvemos listar neste artigo quais são os dados mais importantes para adicionar neste documento. 

A partir de agora, você saberá o que colocar em um bom currículo para surpreender os recrutadores. 

Dica extra: Enquanto você busca se colocar no mercado de trabalho, é provável que você precise de uma renda. Que tal conhecer algumas ideias para trabalhar na internet?

Continue a leitura deste artigo e conquiste o emprego dos seus sonhos. 

O que colocar no currículo?  

Um currículo não pode ser feito de qualquer forma. 

Afinal, esse documento é muito importante para que você consiga se recolocar no mercado de trabalho ou tenha a oportunidade de alcançar o primeiro emprego. 

Aprenda agora mesmo o que colocar em um bom currículo. 

Dados pessoais 

Os dados pessoais são as primeiras informações que você deve incluir em seu currículo, logo no topo da página. 

Eles são importantes para que o recrutador descubra onde você mora e conheça mais detalhes sobre a sua vida pessoal. 

Claro, ele não quer saber sobre o seu nível de relacionamento. 

Neste momento, o mais importante é descobrir, por exemplo, onde você mora. Em alguns casos, ter uma residência próxima ao trabalho é fundamental. 

Além do endereço, inclua o seu nome completo, e-mail, telefone de contato (fixo e celular) e endereço do seu perfil profissional. Esses dados permite que o recrutador entre em contato com os candidatos com mais facilidade. 

É fundamental deixar claro que não é necessário adicionar os números da carteira de identidade e CPF. 

Outro ponto importante é que seu e-mail deve ter um endereço mais profissional. Evite apelidos que são utilizados em aplicativos de relacionamento. Caso contrário, perderá credibilidade no mercado. 

Área de atuação 

A área de atuação também não pode faltar em seu currículo. Ela deve ser incluída usando poucas palavras. 

Nela, você deve informar aos recrutadores as áreas que você trabalha. Exemplo: marketing digital e nutrição. 

Um bom profissional nunca deve colocar os cargos que pretende trabalhar (analista de marketing, analista de e-mail marketing, analista de automação, analista de dados). 

Geralmente, esse tipo de atitude pode transmitir uma imagem negativa e impedir que você conquiste outras oportunidades na empresa. 

Experiências acadêmicas 

Os cursos de graduação e pós – graduação melhoram a credibilidade do seu currículo. Portanto, lembre-se de colocar esses dados no documento. 

Você deve informar a modalidade do seu curso, título do curso, instuição, local do curso e período do curso, que pode estar em andamento ou concluído. 

Se o candidato tem muitos cursos durante a carreira, inclua aqueles que têm mais ligação com o perfil da vaga. 

Qualificações profissionais 

As qualificações são todas as tarefas que você tem habilidade para executar durante a rotina de trabalho. 

  • Marketing digital: produção de textos, automação de marketing, fluxo de nutrição, gestão de redes sociais e configurações no WordPress;
  • Auxiliar administrativo: receber e enviar documentos; atender clientes presencial, e-mail ou chats; manter os dados da organização atualizados; organização de planilhas;
  • Secretária executiva: planejamento de viagens, organização de arquivos, realização de atas, pagamento de contas, atendimento telefônico internacional, recepção de clientes, conferência de documentos. 

A lista de qualificações não deve ser extensa. Busque selecionar aquelas que são exigidas pela vaga e que deixariam qualquer recrutador da área encantado. 

Experiências de trabalho 

Neste tópico, o profissional deve incluir quais foram as suas experiências de trabalho mais importantes e recentes em sua carreira. 

O ideal é que você coloque até seis tópicos. Os primeiros devem ser as empresas mais recentes, enquanto os últimos devem ser as mais antigas. 

Neste item, o candidato deve citar o nome da empresa onde exerceu suas funções, o período de trabalho, quais foram as tarefas diárias e o último cargo que ocupou. 

  • Empresa Marketing de dados (2008 – 2015). 

           Organização especializada em dados online. 

           Cargo: anaçista de dados 

           Atividades: Gestão de dados da empresa. 

  • Organização dos dados das empresas;
  • Interpretação sobre os dados mais importantes;
  • Planos de ações baseados nos dados. 

Se possível, coloque os resultados que você conquistou durante a experiência na empresa. Dessa forma, mostrará o impacto que a sua presença causou na organização.

Idioma 

A inclusão do idioma no currículo dependerá se item for uma exigência para compor a vaga. 

Para informar o recrutador da melhor forma, você deve deixar claro qual é o nível de conhecimento sobre determinada língua, ou seja, se a proficiência falada e escrita é básica, intermediária ou avançada. 

Atividades 

Neste item, vale a mesma regra para as qualificações de trabalho. 

Você deve adicionar somente aquelas informações que correspondem ao perfil da vaga. Pode-se incluir cursos técnicos, experiência internacional e até participação em eventos. 

  • Curso de Marketing de Conteúdo, pela Universidade Federal Online Cursos. Minas Gerais (MG), 2009. 
  • Curso de nutrição infantil, pela Universidade Federal de São Paulo (SP), 2011. 
  • Curso avançado em excel, pela Universidade de Excell do Brasil. 

Sem dúvidas, essas são as informações mais importantes que você deve adicionar ao seu currículo. 

Depois que preencher todos os dados, não envie o material imediatamente. Verifique se ele tem erros de português ou frases clichês que costumam prejudicar a sua reputação com os recrutadores. 

É importante observar ainda se o material é compreensível. Para essa situação, recomendamos que você peça alguém de confiança para analisar o documento e identificar os pontos fortes e fracos. 

Agora ficou mais fácil de entender o que colocar em um bom currículo, não é mesmo? 

No entanto, nunca é demais lembrar sobre a importância de ser sincero durante o preenchimento de dados. 

Mentir em um processo seletivo é um erro imperdoável que um profissional não pode cometer. Portanto, tenha bastante cuidado para não ser eliminado, combinado? 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *